Saiba acompanhar e receber o auxílio emergencial de R$ 600

Mais de 26 milhões de pessoas já se cadastraram no site e no aplicativo da Caixa Econômica Federal para receber o auxílio emergencial de R$ 600, que chega a R$ 1.200 para mães que são chefes de família.

Só precisa se cadastrar quem não está no CadÚnico (cadastro único) nem no programa Bolsa Família.

Os beneficiários do Bolsa Família recebem automaticamente o auxílio emergencial se o valor for superior ao benefício assistencial. O pagamento será feito de acordo com o calendário regular do programa.

Os demais cidadãos para receber o auxílio vão seguir o calendário de pagamentos da Caixa.

O projeto prevê concessão de auxílio de R$ 600 a informais e de R$ 1.200 para mães solteiras.

O objetivo da medida amenizar o impacto econmico provocado pela crise do coronavrus

O objetivo da medida é amenizar o impacto econômico provocado pela crise do coronavírus.

O pagamento será feito em três etapas. As duas primeiras serão em abril, e a terceira, em maio. Os primeiros a receber são os inscritos no CadÚnico, que não recebem Bolsa Família e têm conta-poupança na caixa ou conta no Banco do Brasil. Para estes beneficiários o depósito deve ser feito ainda hoje.

Saque:

Ainda não é possível sacar os R$ 600 na boca do caixa. Por enquanto, o depósito do valor será feito diretamente na conta indicada pelo trabalhador. Não adianta ir a uma agência da Caixa, é preciso aguardar.

A Caixa deve divulgar hoje o cronograma de saques. Mas pela conta digital é possível transferir o valor para outra conta bancária.

SAIBA DETALHES | CORONAVOUCHER

  • O governo federal liberou nesta terça (7) o aplicativo e o site para trabalhadores informais e desempregados pedirem o auxílio emergencial de R$ 600
  • O benefício é destinado ainda a mães chefes de família, MEIs (microempreendedores individuais) e autônomos que estão sem renda devido à quarentena para combater a pandemia do novo coronavírus
  • O acesso ao aplicativo e ao site é gratuito e o único meio de se candidatar ao benefício emergencial

Quem tem direito ao benefício?

O cidadão maior de 18 anos que atenda a todos os seguintes requisitos:

  • Desempregado
  • Microempreendedor individual (MEI)
  • Contribuinte individual da Previdência Social
  • Trabalhador Informal
  • Pertença à família cuja renda mensal por pessoa não ultrapasse meio salário mínimo (R$ 522,50), ou cuja renda familiar total seja de até 3 salários mínimos (R$ 3.135, neste ano)
  • Não ter recebido em 2018 rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70

Quem NÃO tem direito ao benefício?

  • Pertence a família com renda superior a três salários mínimos ou renda mensal por pessoa maior que meio salário mínimo (R$ 522,50)
  • Está recebendo seguro-desemprego
  • Está recebendo benefícios previdenciários, assistenciais ou benefício de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família
  • Recebeu rendimentos tributáveis acima do teto de R$ 28.559.70 em 2018, de acordo com declaração do Imposto de Renda.

Como se cadastrar

  • Quem não recebe Bolsa Família e não está inscrito no CadÚnico (cadastro único) tem que solicitar o auxílio emergencial
  • Há dois caminhos para pedir o benefício

1) Pelo aplicativo de celular CAIXA | AUXILIO EMERGENCIAL

  • Para celulares Android acesse pelo link encurtado https://bit.ly/2RmzD92
  • Para celulares Apple, acesse em https://apple.co/3b5Uqpn
  • Será enviada uma mensagem de texto para o celular informado. Este código deve ser digitado no aplicativo para o cadastro

Só é possível vincular um CPF a um número de telefone

2) Site auxilio.caixa.gov.br

PASSO A PASSO

  • Em ambos, clique em “Realize sua solicitação”
  • Preencha com os dados pessoais
  • Informe seu número de celular e a operadora
  • Uma mensagem vai chegar neste celular com o código para validar o acesso. Digite esse código para continuar o cadastro
  • Responda “quanto você ganhava, em média, por mês” antes da pandemia, sua profissão e cidade e estado onde mora
  • Os dados informados serão avaliados pela Dataprev (empresa estatal de tecnologia)
  • Informe a composição familiar: quantas pessoas moram na casa e relação de parentesco. Será necessário informar CPF e data de nascimento de cada uma
  • Escolha a conta bancária onde deseja receber o benefício
  • Confira na próxima tela se todas as informações estão corretas
  • Quem tiver direito recebe o crédito em até 5 dias úteis
  • O CPF precisa estar em situação regular para que o cadastro seja feito

Como acompanhar o pedido feito

  • É possível acompanhar o andamento da solicitação pelo App ou pelo site auxilio.caixa.gov.br
  • Basta clicar em “Acompanhe sua solicitação” e digitar o número recebido no momento do pedido do benefício
  • Caso o CPF não esteja regular na Receita Federal, o App informa necessidade de regularização no site: receita.economia.gov.br

Como usar a conta digital da Caixa

  • Para quem não tem conta em banco, a Caixa criou 30 milhões de contas poupanças digitais
  • A movimentação da conta é apenas virtual, não há emissão de cartão físico
  • Para abrir esta conta não é preciso apresentar documentos
  • Também não haverá a cobrança de tarifas de manutenção
  • Para criar uma conta é preciso baixar o aplicativo CAIXA Tem. Não há cobrança

Só está disponível para celulares Android

  • Acesse pelo link encurtado http://abre.ai/aX1p
  • Após baixar o app, insira seu CPF e crie uma senha de 6 dígitos

Serviços da conta

  • Será possível fazer até 3 transferências eletrônicas (TED ou DOC) de até R$ 250 por transação e até R$ 1 mil por dia para outras contas bancárias, grátis, nos próximos 90 dias
  • Consultar saldo e extrato ilimitado pelo app
  • Pagar boleto e contas de luz, água, gás, entre outras
  • Consultar Bolsa Família, FGTS (fundo de garantia), Abono PIS, dados do NIS (Número de Identificação Social) e seguro desemprego

Para acessar a conta, é necessário colocar o número do celular e aguardar uma mensagem SMS com um código para confirmar a identificação

Quando pedir ajuda em uma agência da Caixa

  • O cadastro é feito somente pelo aplicativo e o site da Caixa
  • As agências da Caixa NÃO estão realizando o pedido para o auxílio emergencial
  • Os funcionários das agências irão orientar a usar o aplicativo ou o site
  • Também NÃO possível sacar o valor em dinheiro, por enquanto,
  • Para evitar aglomerações nas agências e quebra no sistema financeiro, a Caixa vai liberar o saque em dinheiro de forma escalonada, em breve
  • O calendário ainda será divulgado

Em caso de dúvidas, ligue para a central de atendimento sobre o auxílio emergencial:

Fontes: Portaria nº 351, de 7 de abril de 2020; Caixa Econômica Federal e Ministério da Cidadania.

Fonte | Clique aqui

Compartilhe com seus amigos!